CARGA HORÁRIA: 70 horas



PÚBLICO-ALVO: Estudantes, residentes e profissionais das área da saúde, psicologia, educação, serviço social e demais interessados.

OBJETIVO: Fornecer subsídio teórico para ampliar e atualizar o conhecimento sobre o uso de substâncias psicoativas, riscos e problemas associados.

MISSÃO: O curso tem uma proposta educativa sobre substâncias psicoativas baseada nas abordagens em psicobiologia e redução de riscos e danos visando o aprimoramento da prática acadêmica e clínica relacionada ao consumo, riscos e problemas associados a este bem como as estratégias para lidar com esta questão.

MÉTODO: Serão apresentados em aulas expositivas e através de dinâmicas entre os participantes, sustentados por estudos científicos que investigam a relação entre as substâncias psicoativas, organismo e ambiente priorizando uma análise multidisciplinar e atualizada sobre o tema.


Investimento: Entrada + 6x de R$399,00 ou R$2.520,00 à vista



O objetivo do curso é fornecer subsídio teórico para ampliar e atualizar o conhecimento sobre os aspectos relacionados ao uso, abuso e dependência de drogas psicoativas, visando o aprimoramento da prática acadêmica e clínica acerca do tema.

Com uma abordagem Psicobiológica, serão apresentados diferentes fatores que permeiam a aquisição e manutenção do comportamento de uso de substâncias e estratégias de prevenção e tratamento dos problemas associados ao consumo compulsivo. Para isso serão discutidos estudos científicos em humanos e em modelos experimentais que evidenciam a relação entre droga, organismo e ambiente priorizando uma análise multidisciplinar e atualizada sobre o tema.





Substâncias Psicoativas e Redução de riscos e danos: Bases Filosóficas e estratégias de redução de riscos e danos

A redução de riscos e danos inicialmente foi descrita como um conjunto de práticas, que se tornaram políticas e alguns autores sugerem que esta se desenvolve num campo das ideias que permeia conceitualmente uma abordagem filosófica à questão. Neste curso o aluno irá ter contato com os conceitos e práticas de redução de riscos e danos executadas no Brasil e no mundo e a mudança de estratégia na abordagem dos diferentes nichos de usuários de substâncias em situação de vulnerabilidade.


Tópicos:
1. Histórico
2. Concepções Teóricas
3. Políticas Públicas de Saúde
4. Ações Nacionais e Internacionais
5. Resistência à aplicação de práticas de redução de riscos e danos
6. Práticas de redução de riscos e danos, Prevenção, Políticas Públicas, o SUS e o ministério da Saúde


Substâncias Psicoativas e Redução de riscos e danos: Bases Psicofarmacológicas

Com os recentes avanços da psicofarmacologia, novos tratamentos se mostram eficazes especialmente quando associados à psicoterapia. Nesse sentido, a compreensão dos mecanismos de ação dos fármacos, estratégias de tratamento, efeitos dos fármacos no comportamento, bem como interações medicamentosas é essencial para aproximar o psicoterapeuta da prática clínica com auxílio da psicofarmacologia. O objetivo desse módulo é abordar os principais fármacos utilizados no tratamento das dependências e suas comorbidades; trazer os principais conceitos relacionados à psicofarmacologia; explorar os mecanismos de ação e classificação dos fármacos e trazer a discussão da medicalização dos comportamentos ligados a compulsividade e abuso de substâncias.



Tópicos:

1 – Conceitos Gerais: remédios, droga, fármaco, moléculas químicas (sintética - engenharia química)

2 – Farmacocinética e farmacodinâmica

3 – Onde as substâncias atuam: efeitos celulares, efeitos fisiológicos, efeitos psíquicos

4 – Mecanismos de ação das substâncias psicoativas: depressoras do sistema nervoso central, estimulantes do sistema nervoso central, perturbadoras do sistema nervoso central

5 – Tratamento farmacológico e interação entre as substâncias




Substâncias Psicoativas e Redução de riscos e danos: do Contexto à Clínica
Esse módulo tem como objetivo abordar os principais aspectos clínicos da dependência de substâncias psicoativas com uma abordagem multidisciplinar. Abordaremos os estudos epidemiológicos mais recentes no Brasil e no Mundo, modelos de tratamento, tanto comportamentais quanto com apoio da psicofarmacologia moderna e comparando-os com modelos anteriores apontando as melhorias e trazendo os contrapontos para discussão. Ainda ao final do curso abordaremos estratégias de promoção de saúde, não apenas focando em tratamento, mas em prevenção e intervenção breve em potenciais usos abusivos de substâncias bem como na redução de riscos e danos associados ao uso.


Tópicos:
1. Epidemiologia
2. Instrumentos de avaliação e diagnóstico: identificando estágios de consumo em humanos
3. Modelos de Tratamento: da mudança de comportamento ao tratamento psicofarmacológico
4. Relato de experiência em programas de redução de riscos e danos e intervenção clínica





Atividade Prática

1- Filme:

2- Oficina: Construindo material informativo sobre Substâncias Psicoativas.




Substâncias Psicoativas e Redução de riscos e danos: Bases Psicobiológicas
A Psicobiologia é uma ciência dedicada essencialmente à pesquisa experimental sobre as bases biológicas do comportamento. É interdisciplinar por definição, contemplando estudos nas áreas da psicologia, fisiologia e biologia. Portanto compreender os aspectos da psicobiologia na dependência é de suma importância para todo profissional da área de saúde mental que pretende compreender o problema e sua complexidade de maneira moderna e científica. Nesse módulo teremos como objetivo aprofundar os conhecimentos da psicobiologia da dependência transitando desde modelos animais de dependência de substâncias psicoativas até os instrumentos de avaliação e pesquisa em humanos. Abordaremos aspectos históricos bem como as principais teorias neurobiológicas da dependência. Por fim, o curso irá abordar questões ambientais e contextuais relacionadas ao uso de substâncias trazendo os estudos mais recentes da área para discussão.


Tópicos:
1. Conceitos Gerais das substâncias (classificação, tipos)
2. O ambiente, o indivíduo e a substâncias
3. Fatores de vulnerabilidade
4. Instrumentos de avaliação: Modelos animais
5. Teorias neurobiológicas do uso, abuso e dependência de substâncias


Substâncias Psicoativas e Redução de riscos e danos: Sócio-antropologia e mídia
A questão das substâncias psicoativas é um tema complexo e não se restringe à prática clínica da dependência, a qual é uma doença mental e, como tal, deve ser abordada sabendo-se que sua complexidade transcendendo o orgânico. Nesse sentido a compreensão do uso da droga no seu âmbito sociocultural se faz de extrema importância para compreender a relação do indivíduo com o meio, sendo o contexto e as relações interpessoais necessárias para identificar um indivíduo que pratica um uso nocivo de substâncias. Neste âmbito o eixo socioantropológico busca avaliar a relação do homem, desde a antiguidade até a contemporaneidade, com o uso de substâncias. Além disso, um dos focos mais importantes e pouco debatidos na questão das substâncias é a colocação da temática nos meios de divulgação. A mídia impressa, televisão e internet contribuem como mantenedores do status quo e propagadores de estigmas assim como fortes veículos de campanha e prevenção ao consumo indevido de substâncias, entender e saber como incidir neste mercado possibilita uma mudança na mentalidade e um entendimento de qual a função da mídia na promoção da saúde pública e da reinserção de usuários problemáticos à sociedade.


Tópicos:

1. História das substâncias.
2. Estudos de substâncias nas ciências sociais
3. Acolhimentos (lógicas públicas e lógicas privada)
4. Cultura e Humanização
5. Substâncias e imprensa
6. Papel da mídia da (des)construção de conceitos
7. Mídia e estigmas
Oficina Proposta: Construindo material informativo sobre drogas


Substâncias Psicoativas e Redução de riscos e danos: Política e Justiça
Revisitando como o homem inseriu as substâncias nas leis podemos entender os pontos de conflito gerados e refletir sobre as possibilidades de aplicação legais. Entender o proibicionismo e a regulamentação das substâncias abre margem para questionar o sistema social vigente e discutir pontos intimamente vinculados à lei de drogas, como a superlotação carcerária, a diminuição do consumo de tabaco pela população brasileira ou as infrações e acidentes vinculados ao álcool e direção.


Tópicos:

1 – Histórico e introdução das leis de drogas no mundo e no Brasil
2 - Legislações brasileiras de drogas
3 – Abordagens penais do usuário
4 – Impactos do proibicionismo na atenção e assistência ao usuário
5 – Drogas, cidadania e estigmas




Avaliação do curso

Entrega: até 10/12/2017

Professores

Somma Scientific Solutions

Coordenação
Somma Scientific Solutions em

  • Aline Soeiro

    Aline Soeiro
    Doutora em Ciências - Psicobiologia - UNIFESP

  • Renato Filev

    Renato Filev
    Doutor em Neurologia-Neurociências - UNIFESP/EPM

  • Dartiu Xavier da Silveira

    Dartiu Xavier da Silveira
    Doutorado em Psiquiatria pela UNIFESP

  • Douglas Senna Engelke

    Douglas Senna Engelke
    Doutor em Neurociências - UNIFESP

  • Maria Angélica Comis

    Maria Angélica Comis
    Mestre em Ciências - Psicobiologia - UNIFESP

  • Rafael Gil

    Rafael Gil
    Mestrado em Psicologia Social e Institucional (UFRGS)

  • Vanusa Maria Bispo

    Vanusa Maria Bispo
    Doutorado em Neurociência - UFRGS

Assista de casa

Caso você não possa vir a Londrina - PR nos fazer uma visita você tem a possibilidade de assistir as aulas no conforto e comodidade de sua casa simples e fácil!

Todas as aulas são
transmitidas ao vivo,
via internet.

Transmissão Online

Cada aula é gravada e fica
disponível por 15 dias.
(Assim você pode rever o
conteúdo que perdeu no sábado!)

Depoimento

"Gostei muito do curso. A aprendizagem foi maravilhosa e mudei a minha percepção sobre redução de danos. Muito obrigado."

Gladiston Silva

Temas do curso

Veja abaixo os temas referente ao curso caso atenda suas espectativas clique aqui para se matricular o quanto antes e garantir a sua vaga!

  • Substâncias Psicoativas e Redução de riscos e danos
    Bases Filosóficas Estratégias de redução de riscos e danos
    Do Contexto à Clínica
    Bases Psicofarmacológicas
    Bases Psicobiológicas
    Sócio-antropologia e mídia
    Política e Justiça

Datas

Veja abaixo as respectivas datas* do curso e cada módulo. *as datas podem sofrer alterações de acordo com a agenda dos professores

junho
D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
 
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Horários
30
- 18:30 às 22:00
julho
D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
 
 
 
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Horários
01
- 08:00 às 15:45
07
- 18:30 às 22:00
08
- 08:00 às 15:45
28
- 18:30 às 22:00
29
- 08:00 às 15:45
agosto
D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Horários
04
- 18:30 às 22:00
05
- 08:00 às 15:45
11
- 18:30 às 22:00
12
- 08:00 às 15:45
18
- 18:30 às 22:00
19
- 08:00 às 15:45
Tenho interesse
Substâncias Psicoativas e Redução de Riscos e Danos

Gostou do curso? Deixe os seus dados abaixo e nós lhe avisaremos quando lançarmos a próxima turma, ok?

Você receberá no momento somente um contato de confirmação dos dados e
assim que o curso estiver disponível receberá informações sobre ele.

Instituto Continuum